O Forum Conservador - Rádio Tropical FM 99.1
Menu
Categorias
Rádio Tropical FM 99.1

O Forum Conservador

Atualizado em 09/07/2024 às 15h07
Foto: Foto de August de Richelieu: https://www.pexels.com/pt-br/foto/empresario-homem-de-negocios-homem-terno-4427543/

Dia da revolução constitucionalista. 
Em 9 de julho de 1932, autoridades de São Paulo, já então o estado mais populoso e economicamente importante do país, anunciavam que pegariam em armas para depor o presidente Getúlio Vargas (1882-1954. A perda da hegemonia política do estado e a concentração de decisões nas mãos de Vargas firmaram o cenário de aliança de classes médias e altas que defendiam uma nova Constituição e a deposição do então presidente
1816 — Argentina declara independência da Espanha.
Dois registros. O governador Jorginho Melo, dá de presente uma escultura de Santa Catarina de Alexandria, esculpida da artista Ingrit Taller de Treze Tilias, ao presidente Javier Mile da Argentina. O deputado Valdir Cobalchini apresentou e teve sue projeto aprovado na câmara federal tornando Treze Tílias a cidade mais austríaca do Brasil. Agora de fato e de direito.
O fórum conservador realizado em Balneário Camboriú, neste final de semana reuniu lideranças conservadores do Brasil e exterior. As maiores estrelas foram Bolsonaro e Javier Milei. 
Uma das palestrantes da Conferência de Ação Política Conservadora (CPAC), fórum trazido ao Brasil pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL), a deputada portuguesa Rita Matias, do partido de extrema direita, Chega, puxou um coro de “Lula ladrão, seu lugar é na prisão” durante sua fala no palco do Expocentro Balneário Camboriú neste domingo, 7. A jovem de 25 anos também criticou a “politização e corrupção” do sistema de justiça pela esquerda que, segundo ela, permitiu que o petista fosse solto. 

No ano passado, Lula disse que foi muito bem recebido para uma visita a Portugal. Isso é mentira. Não queremos mais um corrupto lá”, declarou Matias, exibindo vídeos de protestos contra o presidente brasileiro nas ruas e na Assembleia da República de Portugal. 

A deputada do Chega, partido francamente nostálgico do salazarismo que quadruplicou sua bancada nas eleições legislativas de março, conquistando 18% dos votos e 48 assentos no parlamento, afirmou ainda que “o governo esquerdista de Lula quis deteriorar a relação com Portugal”, ao culpar o país pelas mazelas da colonização. 

Além disso, Matias comemorou o avanço do conservadorismo nas eleições para o Parlamento Europeu – a extrema direita conquistou um quarto do legislativo da União Europeia e o primeiro ou segundo lugar em nove países do bloco –, bem como o movimento trumpista nos Estados Unidos e de lideranças radicais na América Latina, como o argentino Javier Milei e o salvadorenho Nayib Bukele. 

A resistência ao globalismo só se faz com conservadorismo. Precisamos maximizar nossas forças para combatermos a esquerda”, alertou, referindo-se a um suposto movimento para liquidar a civilização ocidental, um complô para minar a ordem mundial, diluindo a natureza branca e cristã.
A esquerda trilhou esse caminho de destruição do Ocidente há muito tempo, mas agora começaram a adocicar o comunismo. Criaram várias frentes: a teoria crítica de raça, feminismo, ideologia de gênero, despersonalizaram a pessoa humana, atacaram a família”, disparou. “Mas chegou o nosso tempo, chegou a nossa hora.” 

Matias terminou o discurso bradando o exato slogan de Mussolini – Deus, Pátria, Família –, o mesmo usado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, arrancando gritos e aplausos da plateia na CPAC. 

O ex-presidente Jair Bolsonaro disse em discurso neste sábado (6) que se coloca à disposição da imprensa para, por 2h e ao vivo, "ser sabatinado sobre qualquer coisa".
O presidente da Argentina, Javier Milei, é um dos convidados.
Em um fala na abertura do evento, Bolsonaro buscou exaltar a ideologia conservadora para o desenvolvimento do Brasil. Ressaltou que o país é feito de pessoas cristãs e trabalhadores ordeiros.
Seguindo o raciocínio, o ex-presidente afirmou que o país está muito perto de atingir o sucesso como nação, mas que algumas coisas ainda "atrapalham
A conferência é conhecida por seus discursos, painéis de discussão, e eventos sociais que abordam uma ampla gama de tópicos, incluindo política, economia, direitos civis, e segurança nacional. Políticos de destaque, como presidentes, congressistas e outros líderes republicanos, frequentemente participam e discursam na CPAC, tornando-a uma plataforma importante para a promoção de agendas conservadoras e o debate de políticas públicas

Fonte: Radio Jornal 99

Todas as Notícias