(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Treze Tílias Nereo Lopes de Lima: Cidades Fantasmas

Nereo Lopes de Lima: Cidades Fantasmas

Dia internacional doe estudantes 17/11/23
1939 que um grupo de estudantes da antiga Checoslováquia lutou heroicamente contra as tropas nazistas que atentavam contra a liberdade do povo deste país.
Em 17/11 é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, data que deu origem ao movimento Novembro Azul e teve início em 2.003, na Austrália, com o objetivo de chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce das doenças que atingem a população masculina.
Diariamente, 42 homens morrem em decorrência do câncer de próstata e, aproximadamente, 3 milhões vivem com a doença. É a segunda maior causa de morte por câncer em homens no Brasil. São estimados para este ano 68.220 novos casos.
1889 – Proclamação da República: a família imperial brasileira parte para o exílio em Paris.
No início do século, a economia da China estava em crescente graças à mineração de carvão e ao descobrimento de gás natural e de metais conhecidos como terras raras — visto como cruciais para a indústria. Atualmente é uma das economias mais próspera do mundo. nem tudo por lá são bons exemplos.
O fenômeno de cidades fantasmas na china desde o ano 2000 tem sido observado. Cidades inspiradas em Paris, Londres e outros lugares famosos, viraram cidades fantasmas. Existem 50 cidades fantasmas na China. Até 1.998 não havia mercado imobiliário na china. O governo chinês e as empresas estatais, forneciam acomodação para a população e não havia compra, venda ou aluguel de casas. Em 1.998 o mercado imobiliário foi privazado.
A China é um dos países com maior número de cidades fantasmas. Nas colinas de Shenyang, a quase 650 km a nordeste de Pequim, uma paisagem curiosa aguarda indefinidamente seus moradores e visitantes, esta cidade fantasma era, na verdade, um empreendimento imobiliário ambicioso que criaria a comunidade das State Guest Mansions (Mansões para Convidados de Estado, em tradução livre) — uma série de residências palacianas para a elite da sociedade chinesa que começaram a ser erguidas em 2010....
No entanto, as 260 propriedades e villas com arcos, colunas e fachadas imponentes nunca chegaram a ser habitadas já que o Greenland Group, empresa que construía o projeto, as abandonou em 2012....
Hoje, os residentes de seus entornos são animais: aves e algum gado são criados naqueles que seriam os jardins das mansões, assim como vegetais também são cultivados na região. Cães selvagens patrulham os espaços, que ainda são visitados por exploradores urbanos curiosos pelas mansões inacabadas.... –
Garagens funcionam como depósitos de equipamentos para quem cultiva as terras dali e modestas cercas guardam vacas. "Essas casas deveriam ter sido vendidas por milhões — mas os ricos não chegaram a comprar nenhuma delas"... –
Seus interiores oferecem um contraste impressionante: poeiras e pichações convivem com pisos e colunas de mármores, lustres de cristal, tetos trabalhados, além de abóbadas e móveis embutidos. Cidades fantasmas não são incomuns na China,... –
65 milhões de residências estariam abandonadas no país. Durante décadas, o setor imobiliário movimentava boa parte da economia chinesa e o governo incentivava grandes empreendimentos
Mas o envelhecimento da população e o encarecimento das construções desequilibrou o mercado e resultou em cidades inteiras vazias....
Além disso, desde 2020, o governo de Xi Jinping tem tomado medida contra os empréstimos imobiliários desenfreados e a especulação. O resultado disso são construtoras abandonando projetos devido a dívidas
Mas talvez o mais impactante caso seja o de Thames Town, no subúrbio de Xangai, que imitava o estilo arquitetônico de Londres — e hoje segue praticamente abandonada
Vilas chiques, prédios de apartamentos altos, lagos, parques, shopping centers, praças e extensas redes de estradas: as cidades fantasmas da China têm de tudo. Apenas um elemento crucial está faltando - as pessoas.
Nas últimas décadas, a China experimentou um rápido crescimento econômico. Hoje, é uma das principais economias do mundo.
Pode haver mais de 64 milhões de apartamentos vazios na China. Além disso, muitas pessoas compram as propriedades como um investimento, sem a intenção de se mudar para lá.

Foto de Irina Iriser: https://www.pexels.com/pt-br/foto/foto-aerea-da-cidade-1677358/

Veja as mais acessadas

Nosso site salva o seu histórico de uso. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para saber mais, acesse Política de Privacidade.

X
Configuração de Cookies:
Cookies Essenciais (Obrigatório)

Esses cookies permitem funcionalidades essenciais, tais como segurança e suas permissões.

Cookies Funcionais

Esses cookies coletam dados para lembrar escolhas que os usuários fazem e para melhorar sua experiência mais organizada.

Cookies Analíticos

Esses cookies nos ajudam a entender como os visitantes interagem com nosso site.